O Teorema Katherine

quinta-feira, janeiro 23, 2014

Autor: John Green
Titulo original: An Abundance of Katherines
Ano de lançamento: 2006
Nota: ★★★★☆

Tenho que admitir, O Teorema Katherine é meu primeiro contato com o autor. Então não esperem que eu compare como todos ao livro A Culpa é das Estrelas. Pode parecer estranho não começar com o livro mais conhecido mas acontece que ele estava esgotado quando fui a livraria e não resisti a essa capa de uma meiguice fora do normal. Simples, mas meiga. Me lembra os rabiscos que faço no canto das folhas.

O Teorema é sim um livro gostoso, mas um pouco parado demais, o que por um lado pode levar você a encostar o livro por outro é se não um meio de descrever a pequena cidade de Gutshot um reflexo desta. Mas vamos começar do começo.

Começamos sendo introduzidos ao pequeno Colin Singleton, que apesar de não ser uma criança acaba agindo como uma, Colin é um prodígio, egocêntrico, com problemas para entender os outros e consequentemente interagir com eles e que já teve 19 namoradas, todas chamadas Katherine e todas deram o fora nele. E aparentemente ele é muito bom em ficar na fossa.
Depois que Katherine XIX dá o fora nele seu amigo Hassan o convence a cair na estrada e os dois acabam em uma pequena cidade do interior chamada Gutshot. E apesar de eu gostar muito do Colin tenho que admitir que foi Hass que me fez gostar do livro, seu senso de humor, seu costume de ironizar a ele mesmo, ao amigo e sua religião que aos tropeços ele se mostra dedicado.
Em Gutshot eles conhecem Lindsay, uma caipira popular que namora um cara chamado Colin (que logo fica conhecido como o outro Colin, abreviando OOC) e que vai ajuda-los em quanto eles ficarem na cidade.

Não espere grandes momentos no livro, porque não acontece muita coisa. Mas aos poucos os personagens te cativam, se não quem sabe você, assim como eu, seja cativado pelas notas de rodapé recheadas do vasto conhecimento de Colin (coisas que o Hassan considera nada interessantes mas que para mim foram). Talvez o que mais diferencie o livro dos outros na minha estante sejam os divertidos gráficos e teorias com os quais Colin tenta provar que os relacionamentos podem ser previstos pela matemática.

Já leram? Vão ler? Que tal aproveitarem e me adicionarem no skoob?

You Might Also Like

3 comentários

  1. Engraçado que o Teorema também foi meu primeiro contato com o autor, não sei bem o que me levou a ler este primeiro ao invés daquele que fez mais fama, acho que é porque minha tia que comprou ele mesmo! Ahahaha' ;D
    Mesmo assim ainda estou lendo ele, com calma e aproveitando cada detalhe porque mesmo que não pareça ter grandes momentos é um livro gostoso para passar o tempo, além de dizer coisas muito interessantes no rodapé. :3

    Ah, consto que a capa também foi um motivo de atração nele, ela é fofa, igual aos rabiscos que faço nos cantos do meu caderno! Ihihihihi' x3
    Kissus, Snow~

    ResponderExcluir
  2. Do João Verde além de A Culpa É das Estrelas, li também Quem é Você Alasca? E Will&Will. Me disseram mesmo que o Teorema Katherine é meio parado, a história não me cativou muito. Mas a vantagem de todos os livros do John Green é que todos falam de alguma filosofia de vida ou coisa do tipo, que te faz ficar parado olhando pras paredes do quarto e questionando a vida rç, então meio que acaba valendo a pena.

    Do autor recomendo os livros que citei, espero que você goste deles tanto quanto eu gostei!

    Beijos :3

    ResponderExcluir
  3. Tenho interesse, mas falta vontade, diria. Tô numa vide de "não aguento mais ler nem rótulo de shampoo", mas a faculdade não da trégua, então quando tenho tempo pra ler, me falta é a energia pra isso. HAHAHAHA #chateação

    Mas fica na minha lista ♥ E não vou te adicionar no skoob, porque não tenho, haha!

    Beijo :*

    ResponderExcluir

Facebook

Instagram